Portal do Governo Brasileiro
English(UK)Português
Facebook




Entre a segunda-feira (14/12) e quinta-feira (17/12) da última semana, aconteceu a
Living Lab Biobased Battle, uma competição internacional de bioeconomia organizada pelo Projeto Living Lab Biobased Brazil. Criado em 2014, o Projeto nasceu de uma parceria entre instituições holandesas e brasileiras com o objetivo de promover a internacionalização do ensino superior em ambos os países, a partir da economia de base biológica. Organizada pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e pela Avans University of Applied Sciences (Holanda), a competição deste ano teve como foco central a reutilização da biomassa em diferentes setores.




A biomassa foi escolhida como tema desta edição por conta da sua importância enquanto fonte de energia renovável, uma vez que seus principais exemplos, como resíduos de madeira, bagaços de cana-de-açúcar, de malte e de azeitona garantem a redução das emissões de gases poluentes, em comparação com os gases de fontes não renováveis. No total, 52 estudantes (26 estudantes de cada instituição) foram divididos em 10 grupos (de A a J) e apresentados à tarefa: a elaboração de uma ideia viável (financeira, técnica e socialmente) para a reutilização de um ou mais fluxos residuais citados anteriormente. Para iniciar as atividades da semana, durante a primeira reunião geral, as(os) estudantes selecionadas(os) contaram com uma palestra acerca do tema da competição, ministrada pelo Prof. Leandro Gurgel, do Departamento de Química da UFOP.




Durante os encontros entre membros de cada grupo, metodologias de brainstorming foram colocadas em prática, técnicas de aplicação de biomassa foram discutidas, conhecimentos acerca da cooperação internacional entre Brasil e Holanda e do networking entre estudantes, docentes, universidades, e indústrias foram compartilhados. A comunicação entre participantes deu-se inteiramente online, contando ainda com a colaboração de tutores que orientaram o desenvolvimento das soluções estudadas.

Na quinta-feira (17/12), os grupos puderam então apresentar o pitch final, com o limite de 5 minutos de fala. Cinco jurados estiveram presentes no painel: Erik Lammers (Gerente de Avaliação de Projetos & SME na Provincie Noord-Brabant, Holanda), Willemien van Asselt (Diretor de Estratégia Mundial na Topsector Agri&Food), Jappe de Best (Coordenador do Projeto Living Lab Biobased Brazil e Professor do Centre of Expertise Biobased Economy da Avans University of Applied Sciences), Profa. Júlia Castro Mendes (Departamento de Engenharia Civil da UFOP) e Prof. Sérgio Francisco de Aquino (Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFOP e Professor do Departamento de Química). A banca responsável pela avaliação seguiu uma série de critérios para a escolha do grupo vencedor, como grau de inovação, uso da tecnologia subjacente ao conceito da ideia, potencial do mercado, a viabilidade de aplicação e fala da apresentação final.

Entre os 10 grupos que competiram, 3 levaram a vitória. O Grupo H foi o melhor pontuado, fazendo os integrantes Mateus Gonçalves da Silva (Engenharia Urbana - UFOP), Paula Marinho Ferreira (Engenharia Civil - UFOP), Samuel Gois Corradi (Engenharia Mecânica - UFOP), Joanna Kamphuis e Timo van Hoof (Avans University of Applied Sciences) levarem o primeiro lugar para casa.

O segundo lugar ficou com o Grupo D, composto por Gabriela Zimermmane Castro Santos (Arquitetura e Urbanismo - UFOP), Anna Victoria Pinheiro Santos Oliveira (Química Industrial - UFOP), Guido Verheijen, Mart Dibbelink e Tessa Schraven (Avans University of Applied Sciences).

Enfim, a terceira melhor pontuação na competição foi para o Grupo I, formado por Sara Gonçalves Ferreira Pereira (Engenharia de Controle e Automação - UFOP), Orlando Dutra Rodrigues (Engenharia Mecânica - UFOP), Thaís Costa Couto Oliveira (Engenharia Mecânica - UFOP), Joel Besems e Johannes Intven (Avans University of Applied Sciences).

A CAINT agradece às instituições parceiras Avans University of Applied Sciences e Centre of Expertise Biobased Economy pela realização desta edição da competição Living Lab Biobased Battle com a UFOP. Agradecemos também a Profa. Júlia Mendes e o Prof. Guilherme Brigolini, ambos do Departamento de Engenharia Civil da UFOP, pela organização da iniciativa. Além disso, a CAINT parabeniza cada estudante selecionada(o) pelo interesse, comprometimento e pela dedicação em finalizar esta semana com ótimas ideias e soluções para os desafios propostos. Nossas congratulações especiais às(aos) alunas(os) dos três grupos que atingiram as maiores pontuações.


Conheça as(os) estudantes da UFOP que participaram desta edição da competição e um pouco mais sobre as experiências que compartilharam com a comunidade acadêmica nesta playlist do canal da CAINT no YouTube.


Acesse a página
 do Projeto e conheça mais do Living Lab Biobased Brazil.

Mapa de Convênios



A UFOP, através da CAINT, possui convênios com diversas instituições ao redor do mundo, muitas das quais oferecem oportunidades de parcerias e mobilidades acadêmicas.

Depoimentos

Victor Henrique Lana Pinto

Curso: Economia
Universidade de Origem: Hochschule Reutlingen - Alemanha